Bichas Pobres

Bichas gostam de luxo. As ricas torram mundos e fundos com Dolce & Gabbana e Gucci, e as um pouco menos afortunadas, Zoomp e Forum. Adoram sair à noite e tirar onda, fingirem que sabem de todas as novidades de Milão e Paris, mesmo se não conhecem nem Buenos Aires. Curtem a vida adoidado e gastam loucamente; é só uma questão de quanto do orçamento pode ser destinado a roupas e saídas.

Mas tudo tem limite. Uma coisa é uma biba disposta a gastar uma nota comprando meia da Calvin Klein e sapato bico fino da Zara; pelo menos sobra alguma coisinha no final do mês para comer e comprar lubrificante. Mas e as bichas pobres de verdade? As que não podem comprar nem Sketch? Elas pertencem a dois universos diferentes; são as Empregadinhas e Glam Perifas.

As Empregadinhas são assustadoras; trabalham em lanchonetes, lojas de conveniência e padarias. Fazem a unha, desmunhecam horrores e são quase travas, tiram um pouco de onda, mas no fundo entendem que são pobrezinhas. Lêem Vogue com alguns meses de atraso, e tomam cerveja em butecos. Mas sempre com pose.

Já as Glam Perifas se acham. Trabalham em lojas de roupa e moram longe pra caralho. São bichinhas que não têm onde cairem mortas, mas tomam champanhe a noite toda, antes de pegar o busão vermelho de volta para casa. Juntam dinheiro meses a fio para terem um celular de mil reais (de cartão, sempre sem crédito) e um armário cheio de camisetas apertadinhas falsificadas do Empório Armani. Afinal de contas, toda vez que uma bicha compra camiseta da C&A, uma fada morre.

De acordo com um amigo meu, nos chats gays, antes mesmo de perguntar o tamanho do pau e se é "a ou p" (Ativa ou Passiva, para os leigos; Que Come ou Que Dá, para os REALMENTE leigos) as bichas querem saber em que bairro a outra mora, prova concreta de avaliação de status social. Por isso é que, para os pobres, os Americanos inventaram essa história de "homens que transam com homens". Porque Bicha mesmo, legítima, só rica.

12 comentários:

Anônimo disse...

Matias,
sabia que você ia um revelar pra todos seus sonhos mais profundos.
Parabéns por se libertar.
Leandro Rocha

Manuel Rolim disse...

Isso aí. Pau no cu das bibas, Proietti. Só acho que tem um erro no texto: "lêem Vogue com alguns meses de atraso"? Como assim? Todo mundo sabe que este tipo de pessoa apenas olha "as figura".

Joe disse...

Há muito não lia nada tão preconceituoso nem com tanto conhecimento de causa.
Matias, aceite-se como é e seja feliz (ou melhor, alegre).

Fritelix disse...

ahahahahahahahaha...
Não esquenta com estas provocações, o negócio é seu, vc usa como bem entender e ninguém tem nada com isso.
Hoje eu li o texto todo, sugiro que escreva textos mais curtos, como este, afinal é só bobagem mesmo! hahahahaha... abç

Anônimo disse...

concordo com o texto.
grande conhecimento de causa hein!?

mas existe um universo maior de "tipos" entre a biba pobre a rica.
sugiro um maior aprofundamento no assunto.

:)

Anônimo disse...

O assunto é palpitante, as bichas incomodam mesmo...hehehe

Rebs disse...

Cara,

Vc devia ser cartunista... Seus textos têm a acidez e o tom caricatural dos humoristas de plantão!

Tá faltando um personagem aí... as bichas classe média... Agora, cê tá entendido no assunto, hein?! Andou pesquisando?

O bairro vem antes do pau... triste, mas verdadeiro... pelo menos em muitos casos.

Vc conhece o Bennet? É um cartunista/chargista lá de curitiba... vou te mandar o link, se vc não conhece ainda, vai se amarrar: http://www.benett-o-matic.blogger.com.br/

Bjo!

Manuel Rolim disse...

O blog será atualizado às terças e sextas. Ah, tá.

Matatas disse...

olha, sr. domingo pela manhã, se tem alguém que não pode falar nada, é você. Pff...

Guik disse...

eu já havia dito que nao há nada mais triste que uma bicha pobre!

Manuel Rolim disse...

Negócio difícil é a tal da periodicidade.

Vamos assumir logo "Atualização quando eu tiver saco"

Pedro Meyer disse...

Uma bicha rica amiga minha tava paquerando uma glam perifa na josephine, e perguntou a ela:

-"onde você mora ?"

-"pampulha !"

a bicha rica dá um tapinha nas costas da glam perifa, ri pelo canto da boca e fala:

-"ai biba, pode falar que é céu azul..."

era.